A Zilian, o Starbucks e eu…

 

Ontem a Zilian fez aninhos e estava em grande com um bolinho carregado de prendas. Passei pelo Largo de Camões e tentei a minha sorte. O resultado está à vista. Ficava mais feliz se tivesse levado um par de sapatos para casa, mas eu já devia saber que a sorte não está a meu favor no que diz respeito a estas coisas. É pena porque ainda há todo um espaço no armário dos sapatos que vai daqui ao Cais do Sodré. Mas tudo bem. No hard feelings. Como nem tudo é mau, ofereceram-me um miminho especial que talvez dê jeito.

Para alegrar o espírito do Verão, aceitei o convite e fui enfiar-me no Starbucks. Frappuccino de manga e maracujá e um croissant com doce de morango. Um lanche de ir às lágrimas – para encerrar o assunto dos sapatos que estava a custar engolir. Um passeio a dois pelo Chiado, outro pela Avenida da Liberdade e a felicidade em tão pouco nesta Lisboa do coração.

A M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s